sábado, 12 de janeiro de 2013

A leitura devia fazer parte da vida de todo mundo, pois ela nos carrega para um mundo aleatório, diferente da nossa realidade... Viajar, entrar dentro da estória lida é uma sensação extraordinária, incapaz de ser descrita aqui, em palavras. Quando se lê algo que realmente te pega, te prende atenção, é como se o mundo lá fora fosse assim, insignificante, pequeno demais. Quando você se identifica com o que se lê, as emoções afloram, e você ri, chora, se compadece com as personagens... É como se tudo fosse realidade. Esse é o intuito dos escritores de ficção, trazer você para dentro do livro, para a estória que eles contam. Nem sempre isso ocorre como uma auto-biografia, mas eu disse nem sempre, porque ler algo de alguém que de fato ocorreu pode ser ainda mais extasiante. Entretanto, é fato que independente de qual seja o tipo de leitura você sempre agregará a si mesmo conhecimento; e isso eu aprendi há tempos, que nunca ninguém tira de você.

Um comentário:

Hermit-Br disse...

concordo, e isso me faz pensar, o quão insuportável seria sem os livros para fugir dessa chata realidade.